Possível sinal de vida em Marte? NASA faz descoberta intrigante

Imagem
Desde seu pouso em Marte, o  jipe-sonda Curiosity  da NASA vem acumulando novas descobertas interessantes. Mas sua descoberta mais nova pode acabar sendo o santo graal das descobertas planetárias. O jipe-sonda Curiosity da NASA perfurou um buraco na Cratera Gale de Marte, e o pó desse buraco estava enriquecido em carbono-12. NASA/Caltech-JPL/MSSS. O robô do tamanho de um carro detectou recentemente uma assinatura de carbono em amostras de rochas da superfície de Marte. Essa mesma assinatura está associada a processos biológicos na Terra e pode indicar que há alguma forma de vida no Planeta Vermelho. Mas antes de chamar isso de assinatura da vida, os cientistas estão tentando entender o que mais pode estar por trás do carbono em Marte. Evidências crescentes sugerem que Marte pode ter sido habitável em algum momento de seu passado, com água em sua superfície e temperaturas mais quentes. Os resultados foram detalhados em  um estudo  publicado terça-feira no   Proceedings of the National A

Astrônomos refutam teoria de que objeto interestelar era natural

Oumuamua, um objeto misterioso que passou pelo sistema solar em 2017, pode ser considerado um candidato “plausível” a “origem artificial”, dizem os especialistas. A pesquisa deles para provar isso deve definitivamente refutar a teoria convencional rival, relata o Express.

Oumuamua, o asteroide visitante | Blog do Cássio Barbosa | G1

A declaração sensacional foi feita por Amir Siraj, que, junto com seu colega professor de física de Harvard, Avi Loeb, escreveu um artigo intitulado “Eliminating the Nitrogen Model for Oumuamua” (“Eliminando o Modelo de Nitrogênio para Oumuamua”). O texto do manuscrito foi recentemente aceito para publicação na revista New Astronomy.

Oumuamua foi localizado por Robert Verick em 19 de outubro de 2017 com um telescópio no Observatório Haleakala no Havaí.

Desde então, a comunidade científica não diminuiu a polêmica sobre o que seria este objeto. Os pesquisadores prestam atenção especial ao seu formato específico e achatado, que lembra uma panqueca.

O professor Loeb gerou grande controvérsia sobre sua especulação de que poderia ser uma sonda alienígena movida pelo que ele acredita ser uma tecnologia de vela solar.

Muitos de seus colegas são extremamente céticos e dois estudos publicados em março mostraram que poderia ter sido um grande pedaço de gelo de nitrogênio de um exoplaneta semelhante a Plutão que se quebrou há milhões de anos – o chamado “iceberg de nitrogênio”.

Mas Amir Siraj, diretor de pesquisa interestelar do Projeto Galileo da Harvard, está sistematicamente pesquisando evidências de artefatos tecnológicos extraterrestres e acredita que o último estudo que ele co-autorou com o professor Loeb refuta esse fato.

O Sr. Siraj disse ao Express.co.uk:

“A conclusão do nitrogênio tem recebido muita atenção.

No entanto, mostramos que o modelo de nitrogênio requer uma massa de elementos pesados ​​que excede a quantidade total presa nas estrelas – o máximo teórico absoluto – o que significa que este modelo está descartado.

Ele também enfatizou que nem ele, nem o professor Loeb, chegaram a conclusões definitivas:

“Não sabemos o que o Oumuamua é. Só sabemos que não é nitrogênio, porque a quantidade de recursos necessária para sua formação é irreal.”

(Fonte)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reptiliano na TV nacional? A "transformação" ao vivo de um general

O Denunciante Phil Schneider É Encontrado Morto Após Revelar A Agenda Alienígena