Postagens

Mostrando postagens com o rótulo ASTRONOMIA

Novos documentários para cobrir casos clássicos de abduções alienígenas

Imagem
Dois novos documentários do Discovery+ cobrirão duas das histórias de abduções alienígenas mais arrepiantes do mundo. Estreando no serviço de streaming em 18 de fevereiro, os dois novos "Shock Docs" cobrirão a história de Travis Walton, bem como a de Barney e Betty Hill. O encontro de Walton ocorreu em 5 de novembro de 1975, quando ele, junto com sete de seus colegas de trabalho, encontrou um estranho disco luminoso na Floresta Nacional Apache-Sitgreaves. Walton havia saído do caminhão para se aproximar da embarcação quando foi atingido por uma luz azulada que o jogou no chão.  Seus colegas de trabalho fugiram do local em pânico, mas quando retornaram pouco tempo depois descobriram que ele e o objeto misterioso haviam desaparecido. Walton acabaria aparecendo cinco dias depois, assustado, confuso e com lembranças fugazes de ter encontrado estranhas entidades extraterrestres durante o tempo em que estava desaparecido. Barney e Betty Hill estavam voltando para casa de férias em

Rocha com manchas roxas é encontrada em Marte – vida microbiana?

Imagem
O Planeta Vermelho pode precisar atualizar seu nome depois que a NASA descobriu um estranho verniz roxo cobrindo um monte de rochas marcianas. Foto feita pelo Perseverance da NASA da rocha Nataani em maio de 2021, que inclui uma mancha roxa perto da borda direita do quadro. Crédito: NASA, JPL-CALTECH O  jipe-sonda Perseverance   encontrou evidências dessa coloração misteriosa em rochas em quase todos os locais que a sonda visitou em Marte, segundo artigo da  National Geographic . As rochas roxas apareceram em uma variedade de formas e tamanhos – e a NASA não sabe ao certo porque isso está acontecendo. “ Eu realmente não tenho uma boa resposta para você ” , disse Ann Ollila, geoquímica do Laboratório Nacional de Los Alamos, que apresentou dados sobre as rochas roxas em uma recente conferência da  American Geophysical Union (A GU), à revista. Os pesquisadores continuam analisando o revestimento para ver se podem descobrir suas origens. Alguns especialistas acreditam que sua composição q

Há evidências de um oceano interno em pequena lua de Saturno

Imagem
Uma cientista do  Southwest Research Institute  (SwRI) decidiu provar que a minúscula lua mais interna de Saturno era um satélite inerte congelado e, em vez disso, descobriu evidências convincentes de que Mimas tem um oceano interno líquido. Nos últimos dias da missão Cassini da NASA, a espaçonave identificou uma curiosa libração, ou oscilação, na rotação da lua, que muitas vezes aponta para um corpo geologicamente ativo capaz de suportar um oceano interno. A Dra. Alyssa Rhoden do SwRI, especialista em geofísica de satélites gelados, particularmente aqueles contendo oceanos e a evolução dos sistemas de satélites de planetas gigantes, disse: “Se Mimas tem um oceano, ele representa uma nova classe de mundos oceânicos pequenos e ‘furtivos’ com superfícies que não indicam a existência do oceano.” Uma das descobertas mais profundas da ciência planetária nos últimos 25 anos é que mundos com oceanos sob camadas de rocha e gelo são comuns em nosso sistema solar. Esses mundos incluem os satéli

Enorme Labirinto Artificial Descoberto Na Lua De Saturno

Imagem
O conhecido pesquisador taiwanês Scott Waring fez outra descoberta enquanto estudava imagens da NASA.  Desta vez, um especialista no campo do desconhecido descobriu um labirinto alienígena de 400 quilômetros na lua de Saturno, Titã. Em primeiro lugar, o ufólogo se concentrou no fato de que, ao estudar as imagens, acrescentou mais nitidez, o que possibilitou ver estruturas misteriosas em Titã que lembram um labirinto em forma. Scott Waring ficou intrigado: “Como isso é possível fora da Terra”.  Nesse contexto, o especialista sugeriu que o corpo celeste em questão não era um satélite, mas uma antiga estação espacial. Waring descobriu ainda que o labirinto estava marcado no mapa de Titã como Ginaza labirinto.  Assim, acredita o ufólogo, a NASA está ciente da existência dessas estruturas. “Esta é uma complexa rede irregular de passagens ou caminhos que dificultam a localização.  Esta era a prova que faltava que eu precisava.  Ao designar esta área, a NASA realmente reconheceu a existênci

Asteroide com maior risco de impacto poderá atingir a Terra em 2023

Imagem
 O Observatório Astronômico Mount Lemmon, no Arizona, EUA, detectou um asteroide com alto  risco de impacto  com a Terra. Ele se aproximará da Terra em meados de 2023. O asteroide 2022 AE1, encontrado em 6 de janeiro em uma pesquisa do Observatório Astronômico Mount Lemmon, no Arizona, nos Estados Unidos, segundo os cientistas, tem o maior risco de colisão com a Terra entre todos os objetos próximos da Terra conhecidos. Os dados sobre o objeto são fornecidos no site do Centro para o Estudo de Objetos Próximos à Terra ( CNEOS ) do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA. O tamanho do asteroide 2022 AE1 é comparável ao tamanho do hipotético “meteorito de Tunguska” – cerca de 70 metros, o que equivale à altura de um prédio de 23 andares. A velocidade de movimento deste corpo cósmico é de 19,83 km/s. A magnitude visual do brilho – 22V, o que o deixa no limite da possibilidade de observação por grandes telescópios. Na última semana devido à lua cheia, o objeto não é visível. Atualment

Possível sinal de vida em Marte? NASA faz descoberta intrigante

Imagem
Desde seu pouso em Marte, o  jipe-sonda Curiosity  da NASA vem acumulando novas descobertas interessantes. Mas sua descoberta mais nova pode acabar sendo o santo graal das descobertas planetárias. O jipe-sonda Curiosity da NASA perfurou um buraco na Cratera Gale de Marte, e o pó desse buraco estava enriquecido em carbono-12. NASA/Caltech-JPL/MSSS. O robô do tamanho de um carro detectou recentemente uma assinatura de carbono em amostras de rochas da superfície de Marte. Essa mesma assinatura está associada a processos biológicos na Terra e pode indicar que há alguma forma de vida no Planeta Vermelho. Mas antes de chamar isso de assinatura da vida, os cientistas estão tentando entender o que mais pode estar por trás do carbono em Marte. Evidências crescentes sugerem que Marte pode ter sido habitável em algum momento de seu passado, com água em sua superfície e temperaturas mais quentes. Os resultados foram detalhados em  um estudo  publicado terça-feira no   Proceedings of the National A