Possível sinal de vida em Marte? NASA faz descoberta intrigante

Imagem
Desde seu pouso em Marte, o  jipe-sonda Curiosity  da NASA vem acumulando novas descobertas interessantes. Mas sua descoberta mais nova pode acabar sendo o santo graal das descobertas planetárias. O jipe-sonda Curiosity da NASA perfurou um buraco na Cratera Gale de Marte, e o pó desse buraco estava enriquecido em carbono-12. NASA/Caltech-JPL/MSSS. O robô do tamanho de um carro detectou recentemente uma assinatura de carbono em amostras de rochas da superfície de Marte. Essa mesma assinatura está associada a processos biológicos na Terra e pode indicar que há alguma forma de vida no Planeta Vermelho. Mas antes de chamar isso de assinatura da vida, os cientistas estão tentando entender o que mais pode estar por trás do carbono em Marte. Evidências crescentes sugerem que Marte pode ter sido habitável em algum momento de seu passado, com água em sua superfície e temperaturas mais quentes. Os resultados foram detalhados em  um estudo  publicado terça-feira no   Proceedings of the National A

Teria uma raça de alienígenas-escorpião visitado o nosso planeta?

Será que aquilo que é considerado pela arqueologia moderna como mitologia está nos contando a respeito de seres reais que estiveram aqui na Terra? Cesare Valocchia  do site MyUFOResearch acha que sim:Teria uma raça de alienígenas-escorpião visitado o nosso planeta?

A mitologia babilônica e suméria sempre foi uma fonte de divindades que desceram dos céus para tentar transmitir conhecimento e sabedoria à humanidade. Uma delas é a divindade Tiamat, a criadora do cosmos, originada de uma antiga divindade suméria, Nammu, da qual tira todas as características, e é a deusa primordial dos oceanos e criadora das divindades mais jovens. Juntamente com a divindade Apsu, o deus das águas doces, eles geram duas outras divindades, Lahmu e Lahamu, que por sua vez geram Ansar e Kisar, dos quais nasceu a raça dos deuses Annunaki.

Voltemos por um momento a Tiamat que, além de gerar criaturas monstruosas, também é o autor do nascimento de homens e mulheres escorpiões para travar a guerra contra as divindades mais jovens. Mitologia? Tenho sérias dúvidas de que sejam meros contos alegóricos.

No épico de Gilgamesh, dois deles são colocados para guardar os portões do deus Shamash, o deus da luz sobre as trevas, a divindade que representava a justiça sobre os homens e deuses, era o deus do Sol. Dissemos que dois seres escorpianos são colocados sob custódia dos portões do deus Shamash, essas são as entradas para as montanhas Mashu que levam ao reino do submundo. São retratados com corpo de escorpião, cabeça, braços e tronco humanos, usam o ferrão venenoso para matar e são gigantescos. Observe que Gigalmesh, de acordo com os escritos sumérios, era um enorme gigante de 5,50 metros de altura e pesava 2844 kg.

O escorpião macho diz à esposa que quem ousa vir aqui deve ser um deus. A esposa diz que dois terços dele são deus, mas o resto dele é humano.

O escorpião macho pergunta a Gilgamesh quem ele é e por que ele viajou através da selva terrível e enfrentou perigos terríveis para chegar à montanha que nenhum mortal jamais havia visitado.

Quando Gilgamesh conta aos monstros sobre sua busca, o homem-escorpião o informa que Utnapishtim mora do outro lado da montanha. Para chegar lá, Gilgamesh pode usar um túnel que atravessa a montanha. Shamash o usa todas as noites quando volta para o lugar onde se levanta pela manhã.

Gilgamesh levaria doze horas duplas para percorrer a passagem, e o caminho está completamente escuro. (A hora babilônica era de sessenta minutos e o dia foi dividido em doze “horas duplas”.) Nenhum mortal poderia sobreviver em tal escuridão, e os monstros não podem permitir que ele tente. Depois de ouvirem os apelos de Gilgamesh, eles cedem e dizem a ele para ter cuidado.

Gilgamesh caminha pela montanha. Ele não pode ver à sua frente ou atrás dele na escuridão total. Ele caminha a primeira, segunda e terceira hora dupla na escuridão total e se esforça para respirar na escuridão quente. Ele caminha quatro, cinco e seis horas duplas com o vento norte soprando em seu rosto. À medida que se aproxima a décima primeira hora dupla, a escuridão começa a desaparecer. Ao final da décima segunda hora dupla, Gilgamesh emerge do túnel para o doce ar da manhã e a luz do Sol. Ele entra em um lindo jardim cheio de frutas e folhagens das cores da cornalina, rubis e outras joias. Além do jardim brilha o mar.

Aqui está a descrição do encontro de Gigalmesh com essas criaturas, que acredito serem entidades híbridas extraterrestres também presentes naquela época no planeta Terra. A emoção do encontro está contida nesta frase:

“Nos olhos do homem escorpião há morte”

ENCONTRO COM HOMENS – ESCORPIÃO (37-129)

O nome da montanha é Mashu.
Assim que ele chegou à montanha Mashu:

Aqueles que monitoram diariamente a saída e a entrada:
A abóbada celestial pesa sobre eles,
Abaixo o Arallu toca seu peito –
Homens-escorpião montam guarda em sua porta,
O medo que eles instilam é enorme, a morte está em seus olhos,
Seu grande terror enche as montanhas,
Eles guardam o Sol enquanto ele nasce
E em seu ambiente.
Quando Gilgamesh os viu, por medo
E seu olhar nublado com terror.
Ele se preparou e se abaixou diante deles.
O homem-escorpião se volta para sua esposa:
“Aquele que veio até nós: o seu corpo é a carne dos deuses”.
A esposa do homem-escorpião responde:
“Por dois terços ele é deus, por um terço ele é homem”.
O homem-escorpião diz,
Para Gilgamesh, filho dos deuses, ele fala:
“Quem és tu que viajaste para longe,
Você vagou por aí até que veio a minha presença
Perturbado até mesmo por rios de água esmagadores?
Gostaria de saber o motivo da sua viagem;
Aquele para quem seu olhar é dirigido,
[Eu] de bom grado saberia.”
(Intervalo de 13 linhas)
Gilgamesh []:
“De Utanapishtim, meu ancestral, eu quero ir;
Aquele que entrou na hoste dos deuses, que encontrou a vida,
Sobre a vida e a morte eu quero questionar.”
O homem-escorpião abriu a boca e disse:
Assim falou com Gilgamesh []:
“Ó Gilgamesh, nenhum homem jamais fez isso!
Da montanha, ninguém jamais cruzou suas entranhas,
Seu coração está escuro por doze horas duplas,
Densa é a escuridão, não há luz!
Em direção ao nascer do sol []
Em direção ao pôr do sol []
Em direção ao pôr do sol []
Eles soltaram []
(intervalo de 38 linhas)
(Fala Gilgamesh)
“Meus músculos estão rígidos,

Muitas raças extraterrestres nos visitaram e ainda nos visitam, a descrita acima não parece ter voltado. Nos relatórios dos serviços secretos e nas histórias de abdução ela não é encontrada para nossa sorte. A esperança é que a humanidade nunca a encontre.

GALERA AJUDA O BLOG COM UM PIX QUAL QUER VALOR É BEM VINDO (0,50.1 REAL, 2 REAIS ,3 REAIS ,5 REAIS... )

                              (65992639338)

                             OU 


https://www.youtube.com/channel/UCxv4QmG_elAo7eiKJAOW7Jg  

(Fonte)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reptiliano na TV nacional? A "transformação" ao vivo de um general

O Denunciante Phil Schneider É Encontrado Morto Após Revelar A Agenda Alienígena