Possível sinal de vida em Marte? NASA faz descoberta intrigante

Imagem
Desde seu pouso em Marte, o  jipe-sonda Curiosity  da NASA vem acumulando novas descobertas interessantes. Mas sua descoberta mais nova pode acabar sendo o santo graal das descobertas planetárias. O jipe-sonda Curiosity da NASA perfurou um buraco na Cratera Gale de Marte, e o pó desse buraco estava enriquecido em carbono-12. NASA/Caltech-JPL/MSSS. O robô do tamanho de um carro detectou recentemente uma assinatura de carbono em amostras de rochas da superfície de Marte. Essa mesma assinatura está associada a processos biológicos na Terra e pode indicar que há alguma forma de vida no Planeta Vermelho. Mas antes de chamar isso de assinatura da vida, os cientistas estão tentando entender o que mais pode estar por trás do carbono em Marte. Evidências crescentes sugerem que Marte pode ter sido habitável em algum momento de seu passado, com água em sua superfície e temperaturas mais quentes. Os resultados foram detalhados em  um estudo  publicado terça-feira no   Proceedings of the National A

Catedral Nacional de Washington abordará vida extraterrestre

A Catedral Nacional de Washington, pertencente à Igreja Episcopal dos Estados Unidos e designada como “A Casa Nacional da Oração” daquele país, surpreendentemente (ou talvez não), realizará um evento intitulado “Our Future in Space” (“Nosso Futuro no Espaço”).

Washington National Cathedral marks nearly 400K US coronavirus deaths by  tolling bell 400 times

Veja abaixo o que foi publicado no site da instituição sobre esta evento:

“O espaço é a nova fronteira para a humanidade. A NASA está planejando uma nova geração de exploração, os cientistas estão debatendo a possibilidade de vida extraterrestre e os planejadores militares estão desenvolvendo armas para a guerra espacial. O que significa essa “corrida espacial” – em um momento em que bilionários estão lançando espaçonaves privadas e o Diretor de Inteligência Nacional divulgou um relatório avaliando Fenômenos Aéreos Não Identificados? Ao olharmos para o céu, o que a possibilidade de vida “lá fora” significa para nossa vida religiosa?

Os convidados do Fórum Ignatius de 2021 incluem o administrador da NASA e o ex-senador Bill Nelson, o astrônomo Avi Loeb e o teólogo e astrofísico David Wilkinson. David Ignatius do Washington Post conduz esta ampla discussão sobre nosso futuro comum no espaço e se estamos sozinhos neste vasto universo.

Convidados especiais a serem anunciados.”

Pelo que se vê, algumas religiões do mundo estão se preocupando a respeito de algo que é inevitável: a oficialização de que a vida, seja em qual forma for, não é exclusividade da Terra. A não ser que você seja alguém adepto(a) ao antropocentrismo – ou acha que tudo que existe foi criado somente para a raça humana – é fácil compreender que a imensidão do Universo abriga todos os tipos de vidas e consciências. Trata-se de uma “certeza” matematicamente apoiada e o impossível seria o contrário; e os cientistas e muitos religiosos sabem disso.

O evento da Catedral Nacional de Washington, será transmitido gratuitamente online em 10 de novembro (19h00 horário da costa leste dos EUA). Porém, você deve se inscrever no site do evento clicando aqui para receber as informações pertinentes de acesso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reptiliano na TV nacional? A "transformação" ao vivo de um general

O Denunciante Phil Schneider É Encontrado Morto Após Revelar A Agenda Alienígena