Postagens

Possível sinal de vida em Marte? NASA faz descoberta intrigante

Imagem
Desde seu pouso em Marte, o  jipe-sonda Curiosity  da NASA vem acumulando novas descobertas interessantes. Mas sua descoberta mais nova pode acabar sendo o santo graal das descobertas planetárias. O jipe-sonda Curiosity da NASA perfurou um buraco na Cratera Gale de Marte, e o pó desse buraco estava enriquecido em carbono-12. NASA/Caltech-JPL/MSSS. O robô do tamanho de um carro detectou recentemente uma assinatura de carbono em amostras de rochas da superfície de Marte. Essa mesma assinatura está associada a processos biológicos na Terra e pode indicar que há alguma forma de vida no Planeta Vermelho. Mas antes de chamar isso de assinatura da vida, os cientistas estão tentando entender o que mais pode estar por trás do carbono em Marte. Evidências crescentes sugerem que Marte pode ter sido habitável em algum momento de seu passado, com água em sua superfície e temperaturas mais quentes. Os resultados foram detalhados em  um estudo  publicado terça-feira no   Proceedings of the National A

Astronauta queria ajuda de Obama na divulgação de ETs

Imagem
O ex-assessor do presidente Obama,  John Podesta , e o astronauta da NASA,  Edgar Mitchell , planejavam uma reunião para falar sobre a divulgação de informações do governo sobre inteligências extraterrestres (IET). De acordo com o  e-mail vazado no Wikileaks , enviado em 25 de junho de 2014. O saudoso astronauta da NASA lutou pelo desacobertamento, Infelizmente nos deixou sem conseguir alcançar sua meta. O e-mail enviado pelo astronauta da Apollo 14 é um pedido de encontro com o presidente Obama. Ele estava convencido de que era hora de divulgar informações do governo sobre inteligência extraterrestre. Edgar escreveu em seu e-mail: “À medida que avançamos para o último semestre de 2014, a necessidade do desacobertamento extraterrestre se intensifica. Obrigado por sua consideração e resposta ao meu e-mail .” Em 4 de julho de 2014, Edgar se encontrou com uma amiga do presidente Obama, Pamela Hamamoto, Representante Permanente das Nações Unidas em Genebra. Edgar escreveu: “Enquanto estiv

Foto de “OVNI” obtida pela NASA retorna online

Imagem
Em janeiro de 2013, uma foto intrigante obtida pela missão STS61C do Ônibus Espacial da NASA enquanto voava sobre o Oceano Atlântico causou muita comoção na Internet.  Crédito: NASA Agora, a foto está novamente sendo discutida em alguns sites na Internet, com pessoas afirmando que se trata ou de uma nave alienígena, ou do famoso satélite Cavaleiro Negro, ou ainda de uma nave secreta dos EUA conhecida como  Aurora . Mas será mesmo que a NASA inadvertidamente publicou uma foto de um “verdadeiro OVNI”, ou mesmo de um projeto secreto dos EUA?  em novembro de 2013, a foto voltou a circular na Internet alguns meses depois naquele ano, e o site  seattlepi.com  resolveu investigar a fundo e enviou um e-mail à NASA sobre o assunto (só que a NASA não responde tão rapidamente assim). Então aquele site também encontrou algumas informações pertinentes à foto. Veja aqui: “Esta foto vem diretamente do  The Gateway to Astronaut Photography of Earth , um site governamental operado pela NASA…  É muito i

Os OVNIs existem e são um dos maiores mistérios da história

Imagem
  Por  Micah Hanks Fenômenos aéreos inexplicáveis (OVNIs) ​​representam um mistério que tem ocorrido ao longo do tempo e que permanece tão difícil de definir hoje quanto provavelmente era para os observadores antigos.            Para qualificar esta afirmação bem aqui no início, por “fenômenos aéreos inexplicáveis” não quero dizer necessariamente apenas o que a Força Aérea dos Estados Unidos começou a chamar de objetos voadores não identificados (OVNIs) durante os anos 1950, com base em avistamentos de americanos e outros ao redor do mundo, sendo relatados durante e após a Segunda Guerra Mundial, e que a  Marinha dos EUA  está atualmente encarregada de avaliar. Ao contrário, fenômenos aéreos misteriosos têm uma variedade de diferentes fontes possíveis. Quaisquer que sejam essas fontes, a experiência humana de observar coisas no céu que não podemos explicar é uma tradição consagrada pelo tempo, com raízes históricas que remontam à antiguidade. Mas voltaremos a esse aspecto do mistério e

Teria o universo sido criado em um laboratório?

Imagem
O maior mistério da história do nosso Universo é o que aconteceu antes do  Big Bang . De onde veio nosso Universo? Quase um século atrás, Albert Einstein procurou alternativas de estado estacionário para o modelo do  Big Bang  porque um começo no tempo não era filosoficamente satisfatório em sua mente. Agora, há uma variedade de conjecturas na literatura científica para nossas origens cósmicas, inclusive as ideias de que nosso Universo emergiu de uma flutuação no vácuo, ou que é cíclico com períodos repetidos de contração e expansão, ou que foi selecionado pelo princípio antrópico originado da teoria das cordas do multiverso – onde, como diz o cosmologista do MIT, Alan Guth, “ tudo o que pode acontecer vai acontecer … um número infinito de vezes “, ou que emergiu do colapso da matéria no interior de um buraco negro. Uma possibilidade menos explorada é que nosso Universo foi criado no laboratório de uma civilização tecnológica avançada. Como nosso Universo tem uma geometria plana com en

Deveríamos usar lentes gravitacionais para encontrarmos ETs?

Imagem
Stephen Kerby queria saber se construir um transmissor gigante em torno do Sol valeria a pena. O objetivo? Ver se poderíamos usá-lo como um amplificador para enviar mensagens a ETs – ou se poderíamos detectar os sinais enviados por transmissores de estrelas alienígenas.                                          Kerby, um estudante graduado do departamento de astronomia da  Penn State University , disse ao site  Inverse : “Decidi investigar os desafios de engenharia de usar a gravidade de uma estrela para focar as transmissões interestelares. Examinar esses desafios esclarece se usar uma estrela para transmissão com lente é prático e vale a pena o esforço.” O que Kerby propõe é um sistema de transmissão de relê estelar, que usa as  lentes gravitacionais   de uma estrela para transferir a comunicação através do espaço em uma taxa mais rápida. Para sua última pesquisa, Kerby e seus colegas examinaram a praticidade de construir este sistema e se os cientistas também podem detectar sistemas